Blog Lentes Vintage

✎ Quais objetivas Auto Mamiya/Sekor 1.4 55mm funcionam bem nas câmeras Canon EOS 5D?

Um dia desses conversava com um amigo fotógrafo de São Paulo, e ele me disse que sentia muita saudade de uma objetiva Auto Mamiya/Sekor f/1.4 55mm que usou por bom tempo, fazendo fotos incríveis com sua Canon EOS. Como eu tinha algumas dessas Mamiyas comigo e TODAS projetavam seus elementos traseiros além do limite dos adaptadores quando focavam no infinito, e assim colidiam com o espelho das minhas 5D, decidi então perguntar se ele não achava incômodo usar uma objetiva como aquela na sua rotina de trabalho. Para minha surpresa ele me disse que nunca teve problemas de conflito com o espelho da sua 5D. Achei que havia algo errado ali, pois aquela não era a minha experiência com as Auto Mamiya/Sekor f/1.4 55mm.

Algum tempo depois recebi outra Auto Mamiya/Sekor f/1.4 55mm e fazendo nela uma rápida revisão, percebi que ela funcionava na Canon EOS sem colidir com o espelho da câmera. Então procurei compará-la com as outras e descobri que em algum momento a Mamiya realizou uma modificação sutil no suporte da lente traseira, mas que fez toda diferença para o uso nas câmeras Canon EOS. Nessa comparação utilizei uma Mamiya que já tinha comigo (n/s 86804) com a que acabara de chegar (n/s 203787), conforme mostro na foto abaixo.

Observando a traseira das duas objetivas, verifiquei que na mais antiga (n/s 86804) o elemento traseiro está posicionado acima do limite de seu suporte metálico, porém na mais recente (n/s 203787) o elemento traseiro está posicionado abaixo do limite de seu suporte metálico, conforme pode ser verificado na foto abaixo. Imaginei que fosse uma medida de proteção contra riscos e avarias, já que no modelo mais antigos a superfície da lente ficava muito exposta.

Observando a foto abaixo com a vista lateral das duas objetivas montadas em adaptadores M42-EOS, é possível notar que na mais antiga o elemento traseiro ultrapassa o limite do adaptador em 1 milímetro, e na mais recente isso não é tão crítico. Essa pequena diferença é o que garante que o espelho das Canon EOS não ficarão travados durante uma foto com foco no infinito.

Depois disso fiz uma pesquisa na intenção de saber o que ocorreu naquela época e por qual motivo a Mamiya teria modificado o elemento traseiro da objetiva, mas infelizmente não consegui qualquer informação que me ajudasse. Então depois que publiquei este artigo, várias pessoas me informaram suas experiências de uso de suas objetivas Mamiya 55mm f/1.4 em câmeras Canon EOS, o que me possibilitou montar o seguinte quadro:

Nº de série

Quando em foco no infinito

16174

Epelho colide

65087

Epelho colide

74312

Epelho colide

74942

Epelho colide

86804

Epelho colide

87461

Epelho colide

98460

Epelho não colide

123703

Epelho não colide

200111

Epelho não colide

203787

Epelho não colide

Com essas informações concluí que em algum momento entre a produção da objetiva número 87461 e da 98460 a Mamiya implementou uma mudança que resolveu um problema que no futuro afetaria os usuários das câmeras Canon EOS, e agora arrisco afirmar que qualquer outra dessas Auto Mamiya/Sekor 55mm/1.4 com número de série superior a 98460 poderão ser usadas sem susto nas Canon EOS.

Caso você tenha uma dessas objetivas, por favor me envie também uma mensagem narrando sua experiência com o uso dela em câmeras Canon EOS para que eu possa mostrar aqui uma informação mais precisa.