✎ Anodização para acabamento preto fosco em alumínio

Um dos cuidados que tenho quando modifico uma objetiva antiga é tentar manter ao máximo suas características originais, porém em muitos casos isso passa a ser quase um desafio. Em uma modificação de encaixe por exemplo, quase sempre são necessários cortes ou reduções no corpo da objetiva, que acabam por expor a cor original alumínio sob sua anodização em preto. Essa anodização era feita no interior das objetivas para evitar o reflexo da luz conduzida pelas lentes, e necessita ser refeita para que não ocorra perda na qualidade ótica das objetivas depois de modificadas.

Ao longo do tempo experimentei diversos tipos de coberturas em preto fosco na tentativa de obter um acabamento próximo ao da anodização original das objetivas, mas nada do que tinha tentado até então atendeu minha expectativa, até que em uma pesquisa sobre outro assunto encontrei um artigo sobre líquido para anodização que tinha sido desenvolvido para manutenção de armas de fogo. A finalidade do produto parecia ser exatamente a que eu buscava: anodizar em preto fosco pequenas superfícies em alumínio sem necessidade de submeter ao processo de anodização tradicional.

Procurei um pouco e descobri que o produto já estava à venda aqui no Brasil, inclusive no Mercado Livre, então não perdi tempo e comprei um frasco para experimentar. Fiquei surpreso com o resultado de seu uso, que além de ser rápido é extremamente simples se comparado à anodização tradicional. Veja abaixo a foto da embalagem desse anodizador chamado Aluminium Black que é fabricado pela Birchwood Casey.

Mas de nada adiantaria contar toda essa história sem mostrar o resultado. Então veja a seguir duas fotos comparativas do resultado da aplicação do Aluminium Black em modificações de encaixes que fiz recentemente. O primeiro é de uma objetiva Biometar 2.8/120mm que originamente tinha encaixe de baioneta Exakta e foi modificado para rosca M42, o segundo é de duas objetivas Auto Mamiya/Sekor SX 1.4/55mm que, como explico neste link, tiveram seus anéis de seleção da abertura redizidos para poderem ser usadas com adaptadores M42 comuns em qualquer tipo de câmera.

Essa anodização também pode ser usada para reparar pequenos arranhões na superfície externa do corpo das objetivas, mas apenas quando aplicadas em áreas pequenas.  Apenas alerto que esse produto gera gases tóxicos quando reage sobre a superfície de alumínio, exalando um cheiro bem desagradável, então deve-se ter o cuidado de realizar sua aplicação sempre em locais ventilados.